Classificando coqueteis: guia prático de tipos de drinks

Classificando coqueteis: guia prático de tipos de drinks

A coquetelaria está em constante evolução: a cada dia, surgem novas técnicas de preparo, novos tipos de drinks, e, com isso, novas classificações. Na matéria de hoje vamos explicar de forma rápida e didática os principais tipos de coqueteis, de acordo com suas classificações: modo de preparo, volume e tipo de bebida, finalidade, além dos principais grupos clássicos. Se você está começando nessa arte deliciosa e complexa (ou está precisando refrescar a memória), continue lendo e tire suas dúvidas!

 

Classificação por modo de preparo

  • Mexidos: são aqueles preparados no copo misturador (mixing glass). Normalmente são à base destilados, com bebidas de densidades semelhantes e não levam açúcar, sucos ou xaropes em sua mistura.

Foto 2_Robyn Lee

 

  • Montados: são aqueles preparados diretamente no copo onde serão servidos, por isso levam bebidas com densidades iguais e que se misturam facilmente.
  • Batidos: são aqueles preparados na coqueteleira ou outro utensílio usado para bater o coquetel. Levam bebidas e ingredientes com densidades diferentes e que não se misturam facilmente.

 

Classificação por volume e tipo de bebida

  • Short drinks: seu volume é, em média, 50 ml e são preparados com duas ou mais bebidas. Normalmente são servidos em copos old-fashioned ou taças de coquetel. São os drinks geralmente tomados como aperitivos.
  • Long drinks: servidos em copos Highballs, long drinks são preparados com destilados, bitters, licores e, muitas vezes, misturados com sucos de frutas, refrigerantes e bebidas gaseificadas. Por levarem bastante gelo em seu preparo, tornam-se bem refrescantes. Dificilmente são servidos durantes as refeições.
  • Hot drinks: são coqueteis quentes que levam ingredientes como chocolate, café e chás. Muito consumidos no inverno, em canecas especiais para drinks quentes conhecidas como Irish Coffee Glass (em tradução livre, copo de café irlandês).
  • Frozen drinks: preparados com muito gelo, normalmente são feitos com o uso de liquidificador. Sua textura ideal deve ser cremosa e lisa, sem grandes fragmentos de gelo. Levam destilados, licores, sorvetes, leite condensado e demais ingredientes doces.

 

Foto 3_Vicky Wasik

 

Classificação por finalidade

  • Refrescantes: preparados com destilados, licores, bitters, refrigerantes, água ou outras bebidas gaseificadas, levam bastante gelo e geralmente são servidos fora do horário das refeições.
  • Estimulantes de apetite: como o nome já diz, a finalidade desse tipo de drink é abrir ou estimular o apetite. Normalmente servidos antes das refeições, esses coqueteis normalmente têm sabores amargos ou ácidos, levando pouco açúcar em seu preparo. Podem ser feitos com destilados, bitters, licores, vermouths.
  • Estimulantes físicos: recomendados para climas frios por provocarem a sensação de aumento da temperatura do corpo, esses drinks são compostos por destilados, café, chás, chocolates, especiarias, entre outros condimentos especiais.

 

Foto 4_Vicky Wasik

 

  • Nutritivos: levam em seu preparo ingredientes calóricos, como ovos, cremes e frutas.
  • Digestivos: por seu alto teor alcoólico, auxiliam o metabolismo dos alimentos no processo de digestão. Servidos após as refeições, são preparados com licores, destilados, cremes e bastante açúcar.

 

Grupos clássicos

  • Cobblers: drinks preparados à base de uma bebida, que pode ser vinho, brandy ou whisky, e um adoçante – açúcar, um xarope ou um licor.
  • Coollers: à base de sidra, refrigerante de gengibre ou outro refrigerante semelhante, açúcar, gelo e suco de limão. Normalmente são decorados com pedaços de frutas.

Foto 5_Elana Lepkowski

 

  • Crustados: servidos com a taça crustada (já ensinamos a técnica aqui!), são preparados à base de um destilado e levam suco de limão, curaçau, açúcar e gelo.
  • Fizzes: à base de gim, brandy ou whisky, levam clara de ovo e gelo picado.
  • Grogs: servidos flamejando, são feitos com brandy, rum ou whisky.
  • Juleps: preparados com brandy, gim, rum, whisky ou espumante, levam também folhas de hortelã (sua marca registrada) e açúcar.
  • Punches: servidos quentes ou frios, esses drinks podem ser preparados com vinhos, espumantes, champagnes, rum, brandy e outras bebidas mais suaves. Levam frutas picadas e suco de limão ou laranja.

Foto 6_Vicky Wasik

  • Sours: à base de destilados, levam suco de limão, gelo e açúcar.

 

 

Gostou das dicas? Então acesse o canal da Bartender Store no Youtube e confira diversas receitas de drinks que postamos por lá! Tem para todos os gostos!

Até a próxima!

Categorias Matérias

Sobre o Autor

Maria Aguiar

Olá! Sou a Maria Cláudia, mas pode me chamar de Maria. Tenho 29 anos, sou publicitária, escritora e, no tempo livre, apreciadora de drinks. Adoro estudar esse universo e considero a Mixologia uma Arte - e que precisa ser compartilhada entre vocês, leitores.

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios*